Deformidades cranianas

A deformidade do crânio, como a plagiocefalia, é uma deformação do crânio em crescimento produzida pela pressão mecânica de qualquer parte, antes, durante ou após o nascimento.

Os ossos da calota craniana e base do feto no lactante e na criança com menos de três meses, estão ainda pouco ossificados e são separados uns dos outros por meio de suturas e fontanelas. Se por qualquer razão uma pressão excessiva e continuada, atua sobre o crânio em crescimento pode causar deformações.

  • Índice craniano: Uma cabeça normal tem uma forma oval vista de cima e uma relação normal entre largura e comprimento de 80%. Esta relação permite-nos quantificar a extensão da deformação.

 

  • Tipos de deformações: Existem três padrões básicos de deformidades craniofaciais que podem afectar o recém-nascido e o lactante de poucos meses:  Plagiocefalia, braquicefalia e escafocefalias. A mais conhecida é a plagiocefalia (cabeça achatada) e seu nome é por vezes utilizado especialmente quando se fala em geral de todos.

Plagiocefalia

Achatamento na parte de trás da cabeça, principalmente no lado direito.

Braquicefalia

Achatamento da parte de trás da cabeça, mais ou menos simétrico.

Escafocefalia

Achatamento transversal e alongado, cabeça estreita e alta.

Outras deformidades

Mistura de várias deformidades cranianas (plagiocefalia, braquicefalia e escafocefalia)

We use our own and third-party cookies to improve our services and show you advertising related to your preferences by analyzing your browsing habits. If you go on surfing, we will consider you accepting its use.